Tendência

Caminhoneiros Brasil tem que parar contra aumento da Petrobra

Um dos principais líderes da greve de caminhoneiros de 2018, Wanderlei Alves, o Dedeco, diz que o Brasil tem que parar em protesto contra o aumento dos combustíveis divulgado nesta quinta (10) pela Petrobras —de 18,8% para a gasolina, 16,1% para o gás de cozinha e 24,9% para o diesel nas refinarias.



A Petrobras também anunciou reajuste nos preços do GLP, o gás de cozinha. O preço médio de venda, para as distribuidoras, passará de R$ 3,86 para R$ 4,48 por quilo.

Para o diesel, o aumento é ainda maior, de 24,9%. O valor subirá quase R$ 1 por litro, de R$ 3,61 para R$ 4,51.

No caso da gasolina, o preço médio nas refinarias passará de R$ 3,25 para R$ 3,86 por litro.

Para o diesel, o valor subirá quase R$ 1 por litro, de R$ 3,61 para R$ 4,51.

1 Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem